Ads 468x60px

sábado, 9 de setembro de 2017

Evento em Pato Branco demonstra o impacto das empresas juniores no ecossistema

Ocorrido no ultimo dia 02 de setembro de 2017 em Pato Branco, o Pato Júnior reuniu cerca de 250 jovens empresários que atuam nas empresas juniores. O evento, promovido pela FEJEPAR (Federação de Empresas Juniores do Estado do Paraná), buscou capacitar os jovens participantes e alertar sobre o tempo restante no ano para cumprir as metas estabelecidas.
Dentro do evento, além de alguns desafios enfrentados pela equipe segundo a coordenadora geral, Tassiane de Grandis, como escolher a melhor programação para atender o que as empresas precisam, tudo é feito para que as EJs (empresas juniores) possam sair mais motivadas e entendendo melhor seu propósito para impactar a sociedade. A coordenadora ainda completa: ‘’O que me motiva a trabalhar organizando o evento, é poder enxergar essas empresas no futuro, ver que elas podem ser maiores e mais desenvolvidas e impactar o país,

O senso de rede e comunidade também é evidenciado durante o encontro, e seu impacto é refletido nas empresas juniores, como citado por uma das conselheiras da federação, Esther Ribani: ‘’ A rede faz com que as EJs (empresas juniores) tenham uma visão ampla, vejam diferentes perfis e realidades e se desenvolvam juntas ao MEJ.’’ Ainda completa que ‘’os eventos proporcionam esse contato entre os empresários e os motivam a querer cada vez mais transformar o Brasil em um país empreendedor’’.

Por sua vez, outra representante do conselho Marcela Rolim diz: ‘’A rede consegue impactar em larga escala, com senso de propósito. Os encontros trabalham com o sentimento de colaboratividade, reunindo os empresários para algo diferente, troca de informação, e fortalecendo cada vez mais a cultura do MEJ dentro das EJs, além de movimentar a economia local’’.

O movimento empresa júnior, chegado no Brasil em 1988, tem como objetivo oferecer uma vivência empresarial prática, ainda na graduação, para os estudantes universitários. Dentro do movimento, cada empresário júnior trabalha realizando projetos e consultorias para micro e pequenos empreendedores, com auxílio de professores orientadores, e oferecendo valor abaixo do mercado. Assim, todo trabalho se foca na geração das melhores soluções e no impacto na economia local. O movimento, que hoje conta com a participação de mais de 11.000 universitários brasileiros capacitados espalhados por todo o país, se consolida cada vez mais como porta para transformação do ecossistema. 

Hoje, apenas no Paraná, existem mais de 115 empresas juniores, espalhadas em 22 cidades, 4 universidades, impactando 112 micro e pequenos empreendedores, somando mais de 2000 pessoas.

Fonte:
Julia Rigolin
Coordenadora de Imprensa da FEJEPAR, Federação de Empresas Juniores do Estado do
Paraná.
imprensa@fejepar.org.br

0 comentários:

Postar um comentário

 
© VEJA PATO BRANCO - O Site Da Nossa Terra - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Rede Tech Informática.

Exibir mapa ampliado