Ads 468x60px

quinta-feira, 20 de julho de 2017

UPA de Pato Branco conta com monitoramento por imagens 24 horas


O Município de Pato Branco ampliou a abrangência do Programa Olhar Seguro, sistema que passa a ser composto por 37 câmeras de última geração, instaladas em 27 pontos da cidade. Isso porque cinco novas câmeras foram instaladas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para monitoramento interno, além da vigilância por imagens que já contempla a área externa.
Agora, pontos estratégicos da unidade recebem acompanhamento 24 horas, realizado pelo 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM).


O secretário municipal de Administração e Finanças, Vanderlei José Crestani, lembra que o Programa Olhar Seguro foi implantado em 2015, enquanto meta de governo da Administração Municipal. “Hoje, o programa configura-se enquanto um dos principais destaques que garantiram a Pato Branco o reconhecimento enquanto cidade inteligente”, avalia.

No caso do monitoramento interno da UPA, Crestani lembra que a unidade atende, em média, 100 mil usuários anualmente, em situações de urgência e emergência, o que evidencia a necessidade da vigilância. “As imagens já estão sendo monitoradas pela Polícia Militar, cujo acompanhamento representa segurança para a população, bem como para a equipe de profissionais que compõe o quadro de funcionários da UPA de Pato Branco”, destaca.

“Como a UPA permanece em funcionamento ininterrupto, todos os dias, a vigilância representa maior segurança para os usuários e para os funcionários, especialmente no que diz respeito aos atendimentos realizados durante as madrugadas. Outra questão é que, infelizmente, já houve casos de agressão contra a equipe, em que as imagens contribuirão tanto para o registro de situações do gênero, bem como na apuração dos fatos e de eventuais reclamações por parte da população”, pontua a secretária municipal de Saúde, Antonieta Chioquetta.

Das 37 câmeras instaladas em espaços públicos de Pato Branco e que compõem o Programa Olhar Seguro, 27 são speed domes, modelo que registra imagens com até dois quilômetros de distância, em rotação contínua de 360°, inclinação de 220° e zoom óptico de 30x, com foco automático. Todas as câmeras, as speed domes e as fixas, possuem no-breaks e cartões de memória, o que garante que, em casos de interrupção de energia ou sinal, as imagens continuem sendo registradas e armazenadas.

Pontos atendidos
Os pontos atendidos com as câmeras speed domes são: Prefeitura, Banco Itaú, rua Tapir (na altura da Galeazzi Auto Center), Posto Patinho, Posto Seis Rodas, Escola Municipal do bairro Planalto – Caic, Escola Municipal São João Batista de La Salle, Escola Municipal do bairro Alvorada, Escola Municipal Udir Cantu (bairro São João), CMEI do bairro São Cristóvão, Colégio Estadual Rui Barbosa, Colégio Estadual Carlos Gomes, CEU das Artes e do Esporte (bairro Sudoeste), UPA 24 horas (bairro Cristo Rei), Unidade de Saúde Central, Teatro Naura Rigon, Complexo Esportivo Frei Gonçalo (Patão) e Mercado do Produtor.

Os trevos da Polícia Rodoviária Federal, Guarani, Itacolomi, Planalto e Patrolinha, assim como a rotatória da avenida Tupi nas proximidades da Fipal Veículos, também são atendidos. Na praça Presidente Vargas, há três câmeras instaladas. Há, ainda, outras cinco câmeras fixas instaladas no Terminal Rodoviário José Cattani.

Além destas, o viaduto da avenida Tupi, no cruzamento com a rua Ivaí, também possui quatro câmeras de monitoramento, que são acompanhadas pela Central de Processamento de Dados (CPD) da Prefeitura de Pato Branco.

Texto e foto: Assessoria

0 comentários:

Postar um comentário

 
© VEJA PATO BRANCO - O Site Da Nossa Terra - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Rede Tech Informática.

Exibir mapa ampliado