Ads 468x60px

terça-feira, 27 de junho de 2017

Pato Futsal divulga nota a imprensa sobre confusão no clássico das penas

Na noite desta terça-feira (27), no Ginásio Dolivar Lavarda estiveram reunidos, Assessoria de Imprensa e Departamento Jurídico do Pato Futsal, juntamente com a imprensa pato-branquense, para esclarecimento dos fatos do último sábado (24), no Clássico das Penas, Pato Futsal x Marreco Futsal, envolvendo o Supervisor do Marreco Futsal, Ricardo Ronqui.

O Marreco Futsal, ainda no domingo (25) divulgou através da imprensa e redes sociais, que seu Supervisor Ricardo Ronqui teria sido agredido por torcedores do Pato Futsal fora do ginásio, após o jogo, onde na confusão acabou levando sete pontos na cabeça. O Departamento Jurídico do Pato Futsal apresentou nota oficial com documentos da Polícia Civil e Polícia Militar, com a veracidade dos fatos.

NOTA À IMPRENSA

Ref. CONFUSÃO OCORRIDA APÓS PARTIDA PATO X MARRECO

25/06/2017

O PATO FUTSAL, através de seu Departamento Jurídico, e considerando que veiculou-se em diversos meios de comunicação matérias alusivas a uma agressão que, em tese, teria sido praticada por torcedores ao supervisor do Marreco Futsal, Ricardo Ronqui, após inteirar-se da situação ocorrida, através de conversas com envolvidos e acesso a Documentos Oficias da Polícia Militar, dentre estes o Boletim de Ocorrência, além de depoimentos prestados à Delegacia de Polícia Civil da cidade, VEM A PÚBLICO ESCLARECER que:

A equipe do Pato Futsal não possui relação com o ocorrido envolvendo o Supervisor do Marreco Futsal e alguns torcedores, posto que o jogo já havia encerrado e a demora no retorno da delegação da equipe visitante deu-se por motivos alheios a equipe mandante.

Entretanto, primando pela verdade, a equipe ora manifestante inteirou-se do acontecido, visando à apresentação futura de defesa junto ao Tribunal de Justiça Desportiva da Liga Nacional de Futsal e constatou que a verdade diverge daquilo que foi apresentado. Porém, como já mencionado, não irá envolver-se em tais questões até que seja intimada formalmente para tanto.

Toda via, acredita-se ser de grande avalia oportunizar-se à imprensa o acesso aos documentos obtidos para que esta conclua da forma que melhor entender. Para tanto, seguem os seguintes documentos:

a) Declarações prestadas pelos torcedores, dando conta que eles é que foram agredidos por parte da Delegação do Marreco Futsal, e também pelo Coordenador que alega a agressão;

b) Fotografia do torcedor agredido, por ele enviada a representantes do Clube, na qual é possível ver que o mesmo está bastante machucado;

c) Relatório de atuação da Polícia Militar;

d) Boletim de Ocorrência feito junto a Delegacia de Polícia Civil de Pato Branco.

Certos da melhor interpretação, era o que cumpria esclarecer.

 PATO FUTSAL

Através de seu Departamento Jurídico

Bia Toledo/assessoria



0 comentários:

Postar um comentário

 
© VEJA PATO BRANCO - O Site Da Nossa Terra - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Rede Tech Informática.

Exibir mapa ampliado