Ads 468x60px

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Zucchi esclarece sobre andamento do processo licitatório do transporte coletivo

Nesta segunda-feira, dia 29, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, reuniu a imprensa local e regional para fornecer informações sobre o processo licitatório de concessão do transporte coletivo urbano, iniciado em fevereiro de 2016. O esclarecimento por parte da Administração Municipal ocorreu após o anúncio feito pela Transportes Coletivos LP Ltda., uma das empresas participantes do processo, que comunicou a desistência dos recursos judiciais em relação à licitação. Até a tarde de hoje (29/05) o Município não havia sido intimado da decisão.
Apesar de ainda não haver o anúncio oficial, Zucchi e o secretário municipal de Administração e Finanças, Vanderlei José Crestani, explicaram que após a homologação desta nova etapa do processo, o certame poderá ser retomado, considerando os prazos legais.

De acordo com Crestani, ainda, após os prazos legais previstos em edital e mediante a homologação do processo licitatório, a empresa vencedora terá 120 dias para começar a operar na cidade (após assinatura do contrato). Considerando que o contrato vigente, com a empresa atual, encerra no dia 30 de junho deste ano, e caso o mesmo não seja prorrogado, o Município poderá contratar outra empresa para realizar o serviço em caráter temporário e emergencial. “O importante é que a população fique tranquila e saiba que estamos trabalhando, com planejamento, para resolver esta questão e, tão logo, teremos o novo modelo de transporte coletivo em funcionamento”, disse o secretário.

O prefeito Zucchi destacou a importância da modernização do transporte coletivo para o planejamento e crescimento da cidade, uma vez que além de refletir em mobilidade urbana, a condição representa qualidade de vida. “Um transporte coletivo de qualidade é fundamental para uma cidade que se prepara para ser moderna, por isso precisamos investir e estruturar o sistema para que se torne uma opção atrativa para a nossa população. Vejo isso como uma questão de justiça, social e econômica, pois estamos primando por infraestrutura e preço justo”, ponderou Zucchi.

Entenda

Em maio de 2016, o Município divulgou resultado de classificação, em que o Consórcio Tupã ficou em primeiro lugar, ao propor tarifa de R$ 2,80 e outorga de R$ 4.700.000,00. A Transportes Coletivos LP Ltda., por sua vez, propôs tarifa de R$ 3,26 e outorga de R$ 2.300.000,00, sendo desclassificada na ocasião por descumprir o edital, que admite valor máximo da tarifa de R$ 2,95.

Conforme prevê o edital, o valor da outorga proposto pela empresa vencedora será destinado à infraestrutura do transporte coletivo de Pato Branco, o que compreende a modernização da operacionalização do serviço, com novos pontos de ônibus, contando com a construção de miniterminais, entre outros. O planejamento da Prefeitura prevê, ainda, a ampliação e melhoria da frota e a oferta de novos horários.
(Texto e foto assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário

 
© VEJA PATO BRANCO - O Site Da Nossa Terra - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Rede Tech Informática.

Exibir mapa ampliado