Ads 468x60px

terça-feira, 12 de julho de 2016

Câmara aprova projetos que congelam o valor do subsídio para os futuros vereadores, prefeito, secretários e vice-prefeito

Os vereadores de Pato Branco aprovaram na sessão de segunda-feira, dia 11, projetos de resoluções da mesa diretora, que fixam os novos subsídios para o Legislativo, prefeito, vice e secretários. O valor do Legislativo, então, permanece R$ 7.563,00 e vale somente para a próxima legislatura, ou seja, a partir de 2017. O subsídio do futuro Presidente do Legislativo é de R$ 9.454,00.

Outro projeto aprovado na sessão manteve os atuais subsídios do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais. O subsídio mensal do futuro prefeito será de R$ 22.688,00. Já o subsídio do vice-prefeito R$ 10.713,000 e dos secretários municipais R$ 10.083,00.
No plenário, os relatores dos projetos, Clóvis Gresele (PSC) e o vereador Vilmar Maccari (PDT), respectivamente das comissões de Justiça e Redação e Orçamento e Finanças, apresentaram os pareceres, ambos pela aprovação dos projetos.
Campanha
O evento “Pato Branco da Paz” promovido por entidades da sociedade civil organizada recebeu o apoio da Câmara de Pato Branco. O plenário da Casa recebeu balões brancos e um Laço da Paz. A campanha tem como missão promover ações na área de segurança pública durante todo o mês de julho.
A convite da vereadora Leunira Viganó Tesser (PDT) participou da sessão o comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Éveron Cesar Puchetti. Ele apresentou aos vereadores os resultados que apresentam o Programa Olhar Seguro, que consiste no monitoramento público através de câmeras de segurança.
A Central de Monitoramento é a única do gênero no Estado, segundo o comandante, porque o sistema é vivo, a ferramenta permite que o cidadão entre em contato com o plantão da central através do telefone 3223-4026. “Qualquer pessoa que esteja próxima uma câmera e achar que uma cena não está correta, o comportamento de uma pessoa, por exemplo, alguém assediando um estudante, pode informar a central”, lembrou Puchetti, pois o policial em tempo real vai visualizar a mesma cena, se for necessário uma equipe é deslocada ao local.
Texto: Ubiracy Jose Tesseroli
Foto: Assessoria

0 comentários:

Postar um comentário

 
© VEJA PATO BRANCO - O Site Da Nossa Terra - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Rede Tech Informática.

Exibir mapa ampliado